21 Ervas Tolerantes ao Calor Para Climas Quentes

Você está visualizando atualmente 21 Ervas Tolerantes ao Calor Para Climas Quentes

Benefícios de Cultivar Ervas em Climas Quentes

Nós, que vivemos em climas quentes, entendemos as vantagens de cultivar ervas nas estações frescas da primavera, outono e até mesmo no inverno. Algumas ervas sofrem com o calor intenso do verão, especialmente com a umidade no mix.

Felizmente, as opções de ervas para o clima quente são abundantes em seleções de ervas que amam o calor. Muitas ervas são nativas do Mediterrâneo, e algumas têm origem em climas mais ao sul e até mesmo tropicais. Em climas quentes, as ervas se beneficiam de boa circulação de ar, solos bem drenados, umidade consistente e, dependendo da erva, proteção do sol direto da tarde.

As ervas têm usos versáteis no jardim, desde ornamentais até culinários e atraindo polinizadores. Combinar ervas tolerantes ao calor para climas quentes cria um belo arranjo de jardim cheio de sazonalidade. O melhor de tudo, as ervas oferecem recompensas rápidas. Colha-as frescas do jardim (em grande quantidade!) com essas seleções de ervas tolerantes ao calor.

Manjericão

O manjericão floresce em climas quentes, e você colherá cachos de apenas algumas plantas durante todo o verão. Uma erva de jardim atraente, o manjericão apresenta folhas largas, verde brilhantes ou estreitas, verde escuro, dependendo da variedade. O manjericão tem origem na Índia, mas viajou pelo mundo para se tornar proeminente em pratos italianos e tailandeses.

Vários tipos e cultivares de manjericão conferem diferentes sabores culinários. Manjericões italianos como o ‘Genovese’ apresentam folhas grandes e doces. Variedades anãs como o ‘Piccolo’ têm folhas pequenas com uma forma arbustiva e as mesmas qualidades deliciosas. O manjericão com aroma de limão adiciona notas cítricas, enquanto manjericões tailandeses como o ‘Siam Queen’ carregam um pouco de sabor de alcaçuz ou anis na folha.

Cultive o manjericão em solos ricos em matéria orgânica e bem drenados e colha as folhas regularmente. As plantas produzem hastes de flores com flores brancas. Remova-as para obter o melhor sabor, pois as flores retiram energia das folhas. O manjericão é sensível e morre com geadas leves. É uma das ervas mais fáceis de cultivar, com resultados prolíficos e usos versáteis. Pesto para todos!

Capim-Limão

O capim-limão das Índias Ocidentais vem da Malásia e prefere condições quentes e úmidas para prosperar. Suas folhas em forma de lâmina têm um aroma crocante de limão e gengibre quando esmagadas.

O capim-limão culinário está relacionado à planta que usamos para o óleo de citronela (C. nardus) para repelir mosquitos e em aromaterapia. Seus talos grossos são esmagados e cozidos em molhos e sopas para dar sabor. Para colher, corte os talos quando atingirem ½ polegada de largura. Remova as folhas e partes externas. Os talos são grossos e resistentes, prontos para serem cozidos para obter seu sabor (geralmente removidos de um prato após o cozimento).

O capim-limão cresce melhor em solos úmidos e ricos. Ele precisa de umidade regular sem que o solo seque entre as chuvas ou regas. As plantas morrem com a primeira geada ou podem passar o inverno em ambientes fechados.

Alecrim

O alecrim traz forma e fragrância ao jardim de ervas. Em zonas mais quentes, é resistente o ano todo. No início do verão, flores azuis cobrem os caules, atraindo polinizadores para o jardim.

Aproveite o aroma cânfora de limão durante todo o ano e adicione sabor aos pratos com as folhas e flores frescas. O folhagem herbácea e agulhada do alecrim é altamente aromática, perfeita para cortar para fragrância, decoração e bondade culinária.

Uma planta mediterrânea, o alecrim prospera em solos muito bem drenados. É uma planta perene resistente à seca, com apelo multiestacional. Procure por variedades eretas como ‘Barbecue’ ou ‘Arp’ para uma textura rígida. Formas cascantes como ‘Huntington Carpet’ se espalham e caem para suavizar os espaços do jardim.

Orégano

O orégano serve como ornamental de jardim com seu hábito arredondado, folhagem delicada e pequenas flores rosa, roxas ou brancas. É tão bonito na borda perene quanto no jardim de ervas.

O orégano se tornou popular nos Estados Unidos quando os soldados retornaram da Segunda Guerra Mundial. Eles experimentaram em pratos italianos e pizzas enquanto estavam no exterior e trouxeram o gosto para casa.

Nativo de climas mediterrâneos, o orégano luta em condições excessivamente úmidas. Em áreas com alta umidade, forneça boa circulação de ar e solos bem drenados para evitar o apodrecimento do caule e raiz. Um canteiro elevado ou plantio em recipiente também ajuda.

O orégano se beneficia da umidade regular. Ele tolera uma leve sombra da tarde no calor do verão. Existem muitas espécies e cultivares de orégano, e ele tem o potencial de se espalhar agressivamente em condições de crescimento ideais. O orégano cultivado em recipiente oferece um meio de controle.

Coentro

Não é um erro de digitação: o coentro tem gosto do familiar coentro, mas é mais tolerante ao calor. O coentro está na mesma família do coentro (Apiaceae), mas as folhas são mais longas, mais grossas e têm um sabor mais robusto (sem sabor residual). O coentro cresce bem em estações frescas, mas floresce rapidamente em climas com verões quentes. O coentro oferece uma alternativa mais resistente ao calor.

O coentro é originário de áreas tropicais das Américas e das Índias Ocidentais, enquanto o coentro é nativo da região do Mediterrâneo. Esta erva tropical suporta o cozimento em altas temperaturas, enquanto as folhas de coentro são melhores como guarnição fresca.

Colha as folhas de coentro a qualquer momento na estação e pique finamente para uso culinário. Seus aromas distintos atraem insetos benéficos como crisopídeos verdes e joaninhas. Em áreas de calor intenso, o coentro cresce melhor em solos úmidos e bem drenados em locais sombreados.

Lavanda

A lavanda possui uma fragrância refrescante, folhagem prateada, picos de flores roxas e muitos usos, desde limpeza até culinária. Seja uma das muitas variedades inglesas, francesas, espanholas ou holandesas, a lavanda é uma espécie chamativa e sempre verde no jardim de ervas e além.

Esta planta mediterrânea que adora sol cresce em verões áridos e invernos frescos. Cultive lavanda em pleno sol em solos médios e bem drenados. As plantas toleram condições secas.

Em climas quentes com alta umidade, use variedades mais tolerantes como L. x intermedia ‘Phenomenal’ e ‘L. angustifolia ‘Superblue’. A lavanda precisa de boa circulação de ar; muita umidade leva a problemas fúngicos como podridão de raízes e caules.

Melissa

A melissa vale a pena ser cultivada pelo simples prazer de passar a mão pela folhagem perfumada de limão enquanto passa pelo jardim. É um refresco instantâneo com usos aromáticos, frescos ou secos, e sabores culinários para chás e bebidas, sopas, molhos e muito mais.

As plantas em forma de montículo têm folhas verdes brilhantes ovais ou em forma de coração, algumas variedades com variegadas. As plantas de crescimento baixo são densas e produzem pequenos picos de flores no verão e outono. As folhas são comestíveis, e as folhas novas frescas são as mais saborosas.

Cultive a melissa em pleno sol a sombra parcial em solos ricos com boa drenagem. Elas se espalham facilmente (e às vezes agressivamente) e se auto-semeiam após a floração. A poda e a remoção de flores murchas mantêm as plantas sob controle e promovem um novo crescimento de folhas frescas. Você também pode cultivar a melissa em recipientes ou canteiros elevados para mantê-las sob controle.

Sálvia-Ananás

Enquanto estamos em um clima tropical de frutas, vamos explorar a sálvia-ananás altamente ornamental. Esta salvia é tolerante ao calor e cresce em sombra filtrada, iluminando a exibição com flores escarlates no final do verão e outono.

As folhas e flores da sálvia-ananás são comestíveis, e seu sabor frutado lembra hortelã e abacaxi. As flores tubulares ricas em néctar atraem beija-flores e outros polinizadores.

A sálvia-ananás prospera em solos úmidos e bem drenados e tolera moderada seca. Ela cresce em pleno sol a sombra parcial, e o local ideal no jardim recebe sol da manhã e sombra filtrada à tarde.

Hortelã

Gerencie o crescimento da hortelã colhendo regularmente suas folhas.

A hortelã cria um tapete de folhas frescas com aroma. Hortelã-pimenta (Mentha spicata) e hortelã (Mentha x piperita) são espécies populares e extremamente fáceis de cultivar. Cultivares como hortelã-maçã, abacaxi, laranja e chocolate conferem tons únicos ao aroma e sabor da hortelã.

Colha as folhas com frequência para desfrutar e evitar a propagação, floração e produção de sementes. A hortelã se espalha facilmente e escapa do jardim de ervas para áreas adjacentes se não for controlada. A hortelã é uma excelente erva cultivada em recipientes. Os caules, mesmo os que se estendem dos recipientes, enraízam facilmente com contato com o solo.

A hortelã cresce melhor em solos consistentemente úmidos e bem drenados em pleno sol a sombra parcial em climas quentes.

Patchouli

O patchouli é uma erva amante do calor que prospera em condições quentes e úmidas. Quando esmagadas, as folhas perfumadas emitem um aroma picante e amadeirado e secam bem para potpourri e incenso.

O patchouli é uma planta de sub-bosque nativa da Ásia subtropical. Ele prefere solos ricos e úmidos e temperaturas quentes diurnas e noturnas.

O patchouli prospera em sombra parcial ou sol da manhã com proteção dos raios solares diretos da tarde. Suas folhas tenras queimam facilmente e morrem com temperaturas frias.

Louro

O louro, ou louro-doce, é uma adição única ao jardim de ervas. É um arbusto ou árvore pequena, sempre verde, com folhas verdes escuras e brilhantes. As folhas de louro são adições culinárias saborosas, frescas e secas. Elas são amplamente utilizadas em cozimento lento para dar sabor a sopas, ensopados, assados e molhos (removendo a folha antes de servir).

O louro é uma planta de crescimento lento que se adapta bem à cultura em recipientes. As plantas em vasos passam o inverno em ambientes fechados onde não são resistentes. As plantas respondem bem à modelagem e à poda, o que promove um novo crescimento.

O louro é uma planta de fácil cuidado. Ela precisa de pouca água além de regas regulares e sombra parcial em climas quentes para um melhor crescimento. Em áreas mais frias, ela cresce a pleno sol.

Tomilho

O tomilho e suas muitas espécies e cultivares conferem uma variedade de sabores à cozinha. O tomilho comum (Thymus vulgaris) é mais usado para fins culinários com um aroma de cravo mentolado. Limão, laranja e noz-moscada são outras variedades com notas aromáticas e de sabor únicas. O tomilho é versátil no jardim com usos culinários e ornamentais, encaixando-se em pequenos espaços como uma erva resistente e durável.

Embora as plantas sejam resistentes, o tomilho apresenta folhas pequenas em hastes finas para um visual delicado. O tomilho rasteiro (Thymus serpyllum) forma um tapete, e o tomilho lanoso (Thymus praecox) é útil como alternativa ao gramado. O tomilho também funciona em áreas entre pedras de pavimentação e ao longo de bordas rochosas. Suas pequenas flores atraem polinizadores.

O tomilho cresce melhor em pleno sol e solos de drenagem rápida, especialmente em climas do sul. Uma vez estabelecido, ele é tolerante à seca. As plantas murcham em condições excessivamente úmidas. Tive sorte em cultivá-lo na costa da Carolina do Sul com outras plantas de locais secos como a hortelã-gata, alecrim, aquilégia e até mesmo rosas.

Satureja

O satureja é uma erva que se destaca nos verões quentes e é semelhante em sabor ao tomilho. O satureja da Geórgia, Clinopodium carolinianum, é um satureja nativo que prospera em altas temperaturas.

Satureja montana, satureja de inverno, é plantado no início da primavera para colheita no verão. As plantas crescem rapidamente em formas de crescimento baixo e têm folhas e flores comestíveis. As plantas têm um sabor picante de especiarias, usado fresco ou seco em saladas, ensopados, carnes e molhos.

Satureja hortensis é o satureja de verão, um primo anual do satureja de inverno perene. O satureja de verão tem um sabor picante mais suave que o satureja de inverno. Embora as plantas cresçam rapidamente, elas não prosperam em condições úmidas. Se seu clima quente experimenta umidade ou chuvas frequentes, opte pelo satureja nativo